Flickr Stream

Os benefícios do sorvete

Sorvete é a cara do verão! Uma opção refrescante para a estação mais quente do ano. Mas o que você talvez não saiba é que os especialistas indicam o consumo de sorvete o ano todo. Com moderação, ele pode trazer vários benefícios à saúde. “Em pessoas saudáveis, ele pode contribuir como fonte de proteínas e carboidratos, desde que faça parte de uma dieta equilibrada, sem exageros”, afirma Sandra Lúcia Fernandes, nutróloga da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

valor calórico dependerá da sua composição, ou seja, das matérias-primas utilizadas para sua fabricação. Um sorvete produzido com leite fornecerá maior quantidade de proteínas e gordura se comparado a um que utiliza água — conhecidos como sorbet.

É bastante comum esse alimento ser utilizado em hospitais, especialmente por crianças submetidas à quimioterapia para combater o câncer, que têm dificuldade de se alimentar. Além do valor nutritivo, por ser gelado, o sorvete é um ótimo analgésico e ajuda a evitar as náuseas causadas pelo tratamento nas crianças. Nas cirurgias na região da garganta, ele poderá ser indicado, mas o médico deve avaliar se não haverá risco de proliferação de bactérias que agravem alguma infecção.

Segundo a Associação Brasileira de Indústria de Sorvetes (ABIS), o consumo do sorvete no Brasil ainda é baixo se comparado aos países europeus. Nos países nórdicos, de clima frio, ele é consumido o ano inteiro. Mas as pesquisas mostram que, desde 2003, nosso consumo cresceu 63,07%.

Benefícios que ele traz

Do ponto de vista nutricional, o sorvete é também um excelente complemento alimentar e possui alto valor nutritivo. A razão para isso é que ele contém proteínas, açúcares, gordura vegetal e/ou animal, vitaminas A, B1, B2, B6, C, D, K, cálcio, fósforo e outros minerais essenciais numa nutrição balanceada. Por ter alto teor calórico e proteico, ele igualmente contribui na síntese de proteínas e ainda age como fonte de energia.

“Além de ser um alimento nutritivo, que confere sensação de prazer ao consumidor por ser um alimento gostoso e refrescante, se adicionado de ingredientes funcionais, como os probióticos e prebióticos, também gera efeitos benéficos à saúde”, afirma Márcia Rapacci, professora do curso de Engenharia de Alimentos da Pontifícia Universidade do Paraná (PUC-PR).

A responsável pela produção da nova linha de sorvetes do Empório Santa Maria (SP), Andressa Ramos explica que os sorbets de frutas são feitos à base de frutas naturais e água, e são uma opção de sobremesa saborosa, e de baixa caloria. “E mesmo os nossos sorvetes à base de leite são feitos com o tipo magro, uma boa fonte de cálcio”, diz.

Os sorvetes de frutas são mais saudáveis e menos calóricos (média de 120 kcal/ 100 g) e os de creme e chocolate são os mais calóricos (média de 260 kcal/ 100 g). “Podemos dizer que sorvete cremoso à base de leite é mais calórico porque possui maior teor de gordura, porque é ela que contribui para a cremosidade e a menor sensação de gelado ou frio. Os sorvetes à base de polpa de fruta não possuem gordura (creme de leite) e, portanto, são menos calóricos, mas possuem maior sensação de gelado”, explica a especialista Márcia.

Com relação à idade ideal para introduzir a ingestão do alimento, a especialista Sandra, da ABRAN, sugere que, por ser feito geralmente com leite, esse consumo deve ser iniciado somente após 2 anos de idade, quando o risco de alergias à proteína do leite e à lactose é menor. O importante é que esse novo alimento seja oferecido em quantidade moderada, no máximo duas bolas por dia, duas vezes por semana — em pessoas saudáveis e de peso normal.

Segundo a professora Márcia, não há relatos em artigos científicos que restrinjam o consumo de sorvete relacionado à idade. Já quanto à quantidade de sorvete que cada pessoa deve consumir, isso depende de alguns fatores.

Os consumidores diabéticos não devem ingerir sorvetes com elevados teores de glicose. Os intolerantes à lactose não devem consumir sorvetes fabricados com leite e adicionados de lactose ou concentrado proteico de soro. Pessoas em tratamento de controle de peso devem consumir com moderação porque os sorvetes, principalmente os cremosos tradicionais, possuem maior quantidade do calórico de creme de leite.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.